Você já ouviu falar em ovoscopia? Para os que ainda não sabem ou têm alguma dúvida, a ovoscopia nada mais é que o estudo dos ovos através de uma luz. Em outras palavras, os ovos, assim que secados, devem ser submetidos a uma ovoscopia, ou seja, observados através da luz. “Com esse processo, você consegue identificar qualquer anomalia nos ovos, onde os anormais devem ser retirados do lote, uma terceira triagem”, afirma Dr. Júlio Maria Ribeiro Pupa, professor do Curso à Distância CPT Galinhas Poedeiras – Produção e Comercialização de Ovos, em Livros + DVDs e Cursos Online. 

É muito comum aparecerem anormalidades nos ovos causados por problemas nutricionais, sanitários, genéticos, ambientais, de manejo e até de armazenamento. Conheça abaixo algumas situações:

  • Os ovos podem apresentar mancha de sangue, causada pela ruptura de algum vaso capilar com derrame de sangue. É um problema ligado a fatores hereditários. A galinha que botou deve ser identificada e descartada;
  • Pedaço de carne é outra anormalidade que, geralmente, é resultado de manchas de sangue parcialmente reabsorvidas. Pode ser também pedaços de folículo rompido na hora da ovulação; 
  • O ovo sem gema é outra anormalidade encontrada. Ocorre quando algum material estranho entra no oviduto;
  • Ovo dentro do ovo ocorre quando os movimentos do oviduto tomam o sentido contrário ao natural. Esses movimentos fazem voltar um ovo já formado que, quando entra em contato com outra gema, que desce no oviduto, será coberto pela casca, formando um ovo dentro do ovo;
  •  O ovo com duas gemas resulta da ovulação de duas gemas ao mesmo tempo. Ocorre com mais frequência em frangas, em início de postura, com sistema hormonal alterado;
  •  A gema esverdeada resulta da utilização de rações, contendo níveis de farelo de algodão iguais ou superiores a 4%;
  • A clara do ovo se apresenta esverdeada em ovos frescos e de boa qualidade. Pode ser ocasionado por excesso de vitamina B2 na ração;
  • A clara do ovo aparece rósea, quando se usam rações com farelo de algodão;
  • Quando a clara é aquosa e enevoada, geralmente, é proveniente de um ovo velho e armazenado em temperaturas elevadas.

Fonte: Cursos CPT